sábado, novembro 25, 2006


Esta foi uma semana pródiga em bizarrices políticas. Primeiro foi o 13º para o bolsa-esmola, já comentado aqui. Na sequência, e para variar, os dePUTAdos se mobilizaram para aumentarem seus minguados salários. Ainda terão desdobramentos pois não esqueçamos que, aumentos de salários, provocam sérios impactos também nas aposentadorias e outras benesses desta malta. E aí vem o intrépido, e lépido, líder vermelho. Lula diz que algumas instituições são amarras para o desenvolvimento. Citou, entre outros, nominalmente e diretamente, o TCU. Este órgão, que audita as falcatruas e desmandos dos (des)governos é uma amarra? Imaginem vocês se não fosse. Disse ainda: "E nós estamos fazendo reuniões para que a gente possa enviar ao Congresso uma mudança na legislação que possa destravar o país, para que a gente... blábláblá-blábláblá..., porque é isso que permite claramente que a gente tenha um crescimento."(fonte Folha Online) E como a briga está feia, por cargos na administração pública, Lula correu para garantir a seus asseclas que o PT está garantido. Pelo menos é coerente por que só faltava ele colocar todos os cargos nas mãos dos partidos aliados. O Partido Me Dei Bem© deve estar bem triste com essa declaração. E disse ainda que o PT precisa a voltar a ser exemplo...

E por último, Rosinha Garotinha, governadora do Rio de Janeiro, está sendo denunciada pelo Ministério Público que voltará a investigar denúncia de irregularidades, no convênio de R$ 33,8 milhões, firmado entre a Secretaria Estadual de Educação (SEE) e a ONG Associação de Educação de São Paulo. Mesmo que não tenha irregularidades, o que eu duvido, não é muito estranho que o governo do Rio invista dinheiro numa ONG voltada para a educação de São Paulo?

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics