terça-feira, novembro 21, 2006


Se não bastasse utilizar o programa bolsa-família para arregimentar votos o senado, ao apagar das luzes, aprova um benefício que corresponde a um 13º salário ao programa. Agora vem por aí o adicional de férias, o FGTS e multa por rescisão contratual de 40%.

O engraçado é que a idéia não partiu da base aliada do (des)governo, que não conseguiu impedir a aprovação. Segundo o senador autor do projeto, o benefício corrige um "vício de origem" do programa Bolsa Família que não inclui nos seus benefícios uma gratificação natalina. "Não estou falando em salário, mas em garantir um benefício no final do ano. Fizemos isso pensando nos milhões de famílias que recebem o benefício", afirmou. (Fonte Folha Online)

Vício de origem sem dúvida. tamanho despropósito jamais deveria ser criado quanto mais turbinado. Eles devem estar de sacanagem.

(desconheço a autoria da imagem mas olhem só a cara de felicidade dela...)

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics