segunda-feira, novembro 13, 2006


Tenho lido em sites e blogs a celeuma, em torno da ascensão a presidente substituto, do deputado federal Aldo rebelo. Por ser do PC do B será o primeiro autêntico esquerdista a assumir a presidência do país em séculos. Tá, mas o que isso importa? Qual a relevância do fato? Acreditam que ele será capaz de fazer algo absolutamente anormal? O mais bizarro é que com essa exposição, o que me leva a crer que os jornalistas não tem nada de importante pra relatar, é a declaração que recebeu a tarefa como atribuição constitucional (não diga, excelência, jura?). "Por outro lado, vejo também, mesmo por um momento que assumir a Presidência na minha condição de integrante do PC do B é uma demonstração de amadurecimento da democracia. Continua valendo a pena lutar para se viver num país democrático, onde todos se respeitam, onde há tolerância e espírito público", disse (sic Folha Online). Delírio.

Muito mais relevante para a história política mundial é a renúncia da primeira-suplente de um vereador de Salvador, a sagaz Milena Silva, que deixou a promissora carreira para posar nua. Ela renunciou à candidatura a deputada estadual para poder exibir suas curvas na edição de setembro da revista Premium. Isso sim é uma notícia que deve ter causado furor nas hostes políticas soteropolitanas.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics