sexta-feira, setembro 01, 2006

A Petrobrás, essa magnífica, caridosa e rica empresa, pagou a primeira parcela de um imposto, adicional, fixado na nacionalização dos hidrocarbonetos pelo governo da Bolóvia. Junto com mais duas outras empresas do setor pagou o equivalente a US$ 32,3 milhões, correspondente, em moeda corrente local, a um número astronomicamente alto de patacas para caber nesse singelo e despretensioso post. Tudo isso deve ajudar o (des)governo de lá a recuperar o prestígio junto ao povo bolóviano, esse povo sofrido e trouxa. O indice de audiência caiu de 81% em março para 61% em agosto. Deve ser o recorde mundial para início de uma gestão. Como é uma novela mexicana de péssima qualidade (seria um pleonasmo?) o Evil Imorales está recorrendo aos diretores das novelas da Vênus Platinada para melhorar seu Ibope. Essa ajuda brasileira faz parte do pacote salvador "toma-lá-dá-cá" celebrado entre a Globopar e o BNDES.

Aguardem as cenas dos próximos capítulos.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics