sexta-feira, setembro 01, 2006

PIB cresce 0,5% no segundo trimestre. A desculpa é a Copa do Mundo. E a greve da receita que criou um gargalo nas exportações. Nada a ver com a carga tributária ou com as taxas de juros imorais praticadas. O Guido Mantegna piscava que nem pisca-alerta quando tentava explicar o inexplicável, afinal países aqui do lado crescem 5%, 6% ao ano. Fomos melhores apenas que o Equador. Até a Bolóvia foi melhor que o Brasil.

Mesmo com esse resultado desastroso o (des)governo insiste que a meta de 4% será alcançada. Só se houver chuncho. Talvez mudando o IBGE de cabo a rabo. Afinal eles quebraram o Fome Zero, detonaram a carga tributária e derrubaram o crescimento.

E infelizmente teremos que aguentar esta cambada por ainda 4 anos.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics