terça-feira, setembro 26, 2006


Lá como aqui as coisas também são varridas para baixo de tapete na mão grande. Na Bolóvia, este destacado e importante país sul-americano sem o qual a humanidade não poderá existir como sociedade moderna e pujante, a promotora que investiga o caso de uma falcatrua, da estatal de petróleo boloviana com envolvimento direto de um ministro, foi afastada quando estava para apresentar seu parecer do assunto. Coincidências à parte, aqui comparando à inexplicável (ehehehe) lentidão na investigação dos dólares do dossiê, fico matutando se Lula fez escola ou, já que não sabe nada de nada mesmo, aprendeu essas manobras evasivas com o magnânimo e intrépido líder Evil Imorales (pela imagem não dá pra ver bem....)

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics