quinta-feira, setembro 21, 2006

Update 21/09/2006

Hoje serão postados, de novo e novamente, em vários blogs pelo Brasil afora, notas de solidariedade à Alcinéa Cavalcante. Ela continua sua saga e o assunto já está tomando proporções bisonhas. Sarney, que insiste em aparecer como paladino da democracia por relevantes serviços ao estado do Amapá, insiste em processá-la e por aí vai. Destaco que minha solidariedade é supra-partidária. Não entro no mérito da picuinha política por trás da confusão. Minha indignação é fruto da certeza que não somos criminosos e que é "direito do cidadão manifestar sua indignação com o que acontece em seu cotidiano" como diz o antigo ditado austro-hungaro-otomano.

Update de 07/09/2006

Recebi email da Alcinéa Cavalcante. Mesmo ela tendo hospedado seu blog no blogspot (já que o Sarney conseguiu tirar do ar o que tinha no UOL) o sujeito continuou sua luta e perseguição, parecendo até um de seus marimbondos de fogo. Entrou com mais 5 ações no TRE do Amapá. Já são 14 ações no total. Apesar de saber que existe uma picuinha política por trás disso tudo (a irmã dela é assessora ou algo assim do candidato da oposição local), que vai além da simples perseguição e censura, não posso me furtar a me indignar com tal gesto tresloucado. Todos nós devemos ter o direito a manifestar nossa opinião. Independentemente de termos ou não rabo preso. Não somos bandidos. Somos cidadãos nesse, ainda, democrático país. E que os que não gostam dessa realidade vão tomar solenemente no meio do olho do c*.

O original


Censura: Exame de qualquer texto de caráter artístico ou informativo, feito por censor a fim de autorizar sua publicação, exibição ou divulgação.

Repreensão: Ato ou efeito de repreender, de censurar com palavras severas e enérgicas; de caráter disciplinar, as quais equivalem, freqüentemente, a um castigo. (Jur.) Pena disciplinar que o superior inflige ao inferior hierárquico, e que consiste em admoestação enérgica.

Provavelmente amanhã, dia 29/08, alguns blogueiros estarão postando notas em solidariedade à jornalista Alcilene Cavalcanti. Ela e sua irmã estão sendo alvo de processo por parte de José Sarney, a primeira teve seu blog tirado do ar e a segunda está em vias de ser cassada. Somente por que têm uma opinião pessoal e de consciência a respeito do sujeito e publicaram uma foto com uma pichação em um muro de Macapá. Somente alguém com o ranço da ditadura militar poderia conceber tal ato descabido. Um exagerado sujeito que se diz estadista, o magnânimo membro da ABL (até hoje não entendi que raio dos infernos deu nos imortais mas para uma turma que escolheu Paulo Coelho....), o brilhante ex-presidente que, já que não conseguiu mandar um satélite, conseguiu mandar nossa inflação ao espaço sideral.

Queria apenas lembrar a ele e a seus asseclas o seguinte: É livre a manifestação do pensamento, é livre a expressão da atividade intelectual e científica, é inviolável a intimidade, a vida privada, é livre a associação para fins lícitos. Art. 5º, incisos IV,IX, X e XVII, da CRFB/1988.

Quase aposto que os processos (são seis até agora) contra a jornalista só podem ter saído da cabeça tacanha de algum aspone pau no cu. Por que, caso contrário, Sarney devia pedir o boné e ir cultivar seus marimbondos de fogo.

Ah faltou um, Repressão: Bom com o que foi dito acima todo mundo já sacou...

PS: Caso eu tenha que me exilar na Romania, como alguns amigos, tô lascado, não entendi como é que se usa a porcaria do wordpress...

PS2: Para evitar perder alguma coisa daqui caso seja tirado do ar exilei os últimos posts num lugar muito muito distante eheheheheheh

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics