sábado, junho 17, 2006

Fiz questão de ver a reprise do jogo dos arghentinos contra a sérvia-montenegro. Sem tirar o mérito dos caras, que estão jogando muito bem, o time sérvio-montenegrino pareciam 11 Ronaldos em campo. Marcação zero. Como disse um jornalista, do (censurado), foi um massacre com requintes de crueldade. Placar nada mais justo e que podia ter sido mais dilatado se não fosse a clemência do juiz.

Mas duas coisas me chamaram a atenção. A primeira é que o time arghentino foi impiedoso. Mesmo com domínio do jogo e placar amplamente favorável sempre buscaram o gol. Em segundo lugar eles me lembram muito a seleção brasileira de futebol-arte de 1982. E, se se lembram bem, deu no que deu.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics