domingo, abril 23, 2006

Leio no site do Terra que uma auditoria, realizada pelo Tribunal de Contas da União (TCU), concluiu que a eficácia do sistema nacional de transplantes está comprometida, com alta incidência de fraudes e com falhas de segurança no cadastro que facilmente permitem a alteração na ordem da lista de pacientes à espera de um órgão. Continuando, o levantamento aponta como um dos mais graves problemas, além de que em diversos Estados os primeiros lugares da lista não têm sido chamados para transplantes sem que haja uma justificativa plausível, a falta de integração entre os sistemas informatizados nas 22 centrais estaduais e nas 8 regionais, impedem que haja uma relação unificada de pacientes e possíveis doadores no País.

E o lulático diz que estamos perto da perfeição no âmbito da saúde pública. Ele devia parar de olhar para o próprio umbigo e começar a ver o que realmente acontece nesse país. Se bem que mesmo olhando ele não faria absolutamente nada.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics