sexta-feira, março 24, 2006

Rola na net email cuja fonte seria o Editorial do Jornal da Tarde de 24/07/2005.

Em 2003 o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin pleiteou junto ao BNDES R$ 394 milhões para concluir as obras do metrô da Vila Mariana até o bairro do Ipiranga. Na época o então presidente do BNDES Carlos Lessa e sua área técnica aprovaram a operação, mas o Carlos Lessa caiu e assumiu o cargo Guido Mantega, homem de confiança e da quadrilha do todo poderoso José Dirceu que imediatamente vetou o empréstimo ao governo tucano de SP, por estar perto de eleições municipais, não levando em conta a importância desta obra para o povo de SP. Esta obra está sendo tocada com recursos próprios de SP sem nenhum tostão do BNDES .

Agora a bizarrice: o BNDES, que administra o dinheiro público, está financiando as obras do metrô de CARACAS na Venezuela. Também está financiando compra de ônibus para CUBA de Fidel Castro.

Será?

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics