domingo, março 26, 2006

Leio, na Folha On Line, que o santo homem Alckmin não é tão limpo como parece. Segundo o site ele teria utilizado sua influência para beneficiar aliados com recursos ou favores do banco Nossa Caixa.

Que governadores utilizam recursos de seus bancos estaduais em benefício próprio é fato antigo e, infelizmente, corriqueiro. Aliás, este tipo de instituição nem deveria ser pública, em primeiro lugar, para evitar as picaretagens políticas.

Como a tentação deve ter sido grande parece que, o tom da campanha presidencial, vai ser de total e completa baixaria. Do pescoço pra baixo é tudo canela.

E a gente pagando a conta do circo.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics