terça-feira, março 21, 2006

Quando não tem o que fazer os governos brasileiros costumam criar agências regulatórias. Minha idéia para este tipo de agências é que elas fomentem o desenvolvimento do setor tornando justas as regras do negócio para ambos os participantes, empresas e consumidores. Digo isso por quê no fundo elas não regulam nada, apenas fiscalizam e sabe-se lá se multam mesmo as empresas do setor que deveriam desenvolver.

Um setor que há muito vinha precisando deste tipo de entidade é o do setor de aviação. Ontem, tomaram posse os novos diretores da ANAC - Agência Nacional da Aviação Civil. Mas o que causa estranheza é que nenhum deles entende porcaria nenhuma do setor de aviação. No máximo sabem fazer um check-in e olha lá. Todos políticos indicados por políticos. Ou seja, se alguém espera que esse país realmente se desenvolva pode esperar sentado.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics