sábado, fevereiro 04, 2006

Fiquei impressionado com a repercussão das charges, sobre o Islã e Maomé, em um jornal da Dinamarca. Incêndio de embaixada, exôdo de cidadãos dinamarqueses dos países mulçumanos, enfim uma zorra por conta de uma brincadeira.

O Hank, do Notas do Velho Safado, fez suas considerações sobre o assunto em um post de 02/02. Só queria complementar que, apesar da censura imposta por religiões tradicionais aos seus críticos, há anos fazem sátiras com pais-de-santos, das religiões afro-brasileiras, taxando-os de gays etc e nunca houve patrulhamento por isso.

Vão ser intolerantes assim lá em Meca. Ou alguém acredita que, para cada louco suicida, têm 70 virgens à espera para os servirem das formas mais heterodoxas? (e eu que me achava guloso).

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics