quarta-feira, junho 29, 2005

Desde sempre tenho defendido que, para ter sucesso como consultor empresarial, o caminho é criar uma sigla de 3 letras (e com certeza com significado em inglês). Tentem em casa e vejam o quanto pode fazer sentido a mistureba de palavras e jargões corporativos.

Nada melhor do que ver a seleção principal passar o rodo nos hermanos. Estou assistindo São Paulo e River. Tomara que ganhemos a melhor de 3

Lendo a Época desta semana me deparei com a seguinte pérola: Na cidade de Guaribas, sertão do Piauí, cidade símbolo do fome zero, não tem um leito hospitalar mas o governador do estado, obviamente do PT, pretende inaugurar uma pista de pouso para aviões de médio porte e um memorial do Fome Zero. Imagino que os aviões deverão levar os habitantes da cidade para tratamento hospitalar em outras plagas.

Estou lendo um artigo na revista Consumidor Moderno. Sobre marketing invisível. Seria legal se não fossem duas escorregadas. “marketing invisível ou undercover marketing...” Pô, por que precisa traduzir? A outra escorregada é o quase um parágrafo definindo o que é invisível..... sem comentários.

Do comandante do meu vôo Varig para Brasília: - A lama é tanta que só de trator para se chegar no Congresso.

Post do blog Vox Libre complementando minhas considerações sobre a difícil arte de criar gado fantasma:

Se um alqueire de pasto (48.000 m2), é necessário para criar 15 cabeças de gado, 24.277 cabeças precisariam de 1.618 alqueires, ou seja, cerca de 7.776 hectares de pasto, o que equivale a 77 milhões e 660 mil metros quadrados, considerando que um hectare de terra corresponde a 10.000 metros quadrados.
Se os cálculos estiverem corretos, é um tremendo FAZENDÃO!!!
Onde será que o tal publicitário mineiro botou as 24.277 VACAS???


Mas que baita fazendão, tchê!!!

Para quem não sabe o blog Vox Libre é do delegado Antônio Rayol, o mesmo que prendeu o Duda Mendonça, e que por acaso é meu primo irmão.

terça-feira, junho 28, 2005

O cara diz que sacou R$ 21 milhões para comprar boi. Pelo preço da arroba, e considerando que cada boi tem em média 17 arrobas, ele teria adquirido 24.277 cabeças. É boi pra mais de metro. Corresponde a aproximadamente 61 kilometros de boi em fila, o que daria pra vender por hora,
- Dá 20 minutos de boi aí "seu" Valério!

Outras continhas: 24.277 cabeças dariam mais ou menos 12.381.270 kilos de boi. Ou 7.428.762 kilos de carcaça limpa (sem o couro, entranhas e afins). Se fosse um churrasco (300 gramas por pessoa) daria para alimentar 24.762.540 pessoas. Um belo e lauto almoço.

Ah, o brejo pra onde as vacas estariam indo teria, mais ou menos, uns 110 mil metros quadrados bem medidos.

Li recentemente que a Microsoft pretende incluir na próxima versão do Windows (nomeado longhorn) a tecnologia RSS. Vamos por partes.

A tecnologia RSS (tecnologia risadas em internetês) pelo que entendi é um refresh automático das páginas preferidas do usuário. Considerando que os EUA são um país com 40% de obesos (muito obesos) negar ao usuário gordo o exercício de seu indicador realmente é uma façanha e tanto. É a Microsoft tornando inútil o corpo humano.

Além disso, por se tratar de uma tecnologia que funciona em background (aprendi essa hoje) vai obrigar, a nós pobres e incautos internautas, a manter o anti-vírus sempre atualizado. Afinal, com tanto malandro por aí, duvido que alguém já não tenha encontrado uma forma de pertubar nossa paz cibernética. Trata-se de mais uma teoria da conspiração. Comprem ações das empresas de anti-vírus!!

Por último. Cá entre nós, considerando que o Bill Gates é a encarnação do anti-cristo nada mais apropriado que chamar seu produto de chifrão. Ou então, lá na Microsoft só tem corno.

Como todo mundo viu, no dia 26/12/2004, alguns países asiáticos e africanos foram devastados pelos tsunamis causados por um grande terremoto na Sumatra.

Vendo aquela devastação toda tentei criar um posto de coleta para donativos às vítimas aqui em Florianópolis. Antes que digam que o Nordeste do Brasil precisa mais, digo que encarei o assunto fazendo uma analogia com o trabalho. Quando temos algo importante e urgente a fazer recorremos à hora extra certo? Pois é.

O plano era simples. Através da mídia (no caso o Diário Catarinense se prontificou imediatamente) iria divulgar que em algum quartel estariam recebendo donativos. Os quais me encarregaria, junto com outras pessoas, a catalogar e empacotar (em caixas de papelão) para embarque. Dependeríamos apenas de que um avião cargueiro viesse buscar e levar para um centro de despacho nacional.

Nunca pensei que minha ação fosse ser tão difícil (no caso impossível) de levar adiante. No estado de Santa Catarina não há nenhuma orientação nem responsável para tal. Nenhum dos órgãos oficiais estaduais estava preparado (ou disposto) a encarar essa. Nem a Defesa Civil, que apesar de toda boa vontade, por exemplo tinha estrutura. Conversei também com o sub-comandante da base aérea que disse que poderia me ajudar caso tivesse autorização do Ministério da Defesa. Coisa lógica e que tratei de tentar..

Conversei com meio mundo em Brasília. Um general me saiu com a pérola que custava x mil dólares para despachar um Hércules para lá. E por aí vai. Por fim, encontrei um coronel do Comitê de Segurança Nacional que, entre idas e vindas, me enviou o seguinte email:

“Prezado Ricardo
O Presidente da República decidiu que as Forças Armadas - Exército, Marinhae Aeronáutica - estarão recebendo o material que já foi coletado pelas instituições, população em geral, ONG's, etc. O Ministério da Defesa deve estar orientando as Forças a respeito. Posteriormente, o material será transportado para a área afetada pelo maremoto pela Marinha Mercante e aviação comercial.Um cordial abraço”

Foi a última notícia que tive.

Não consegui fazer absolutamente nada. Meu irmão, no Rio, fez uma vaquinha entre amigos e compraram caixas de tabletes para puruificação de água. Participei dessa e levantamos o suficiente para 10 mil pessoas por um mês. Entregou nos bombeiros de lá (que estavam ajudando na coleta) e com certeza não deve ter seguido para seu destino.

No final fica a frustração e indignação.

Nossa senhora. O pessoal do PMDB é guloso mesmo. Além de 6 ministérios na próxima reforma querem também a liberação de R$ 6.2 Bilhões (isso mesmo bilhões) que estão bloqueados. Quando digo que o Brasil é o único país do mundo em que US$ 1 milhão é troco ainda duvidam.

Barbaridade.

Até recentemente estava na moda mulher gostar de metrosexual. O sujeito, tipo David Beckham, cuida da aparência, usa creminho, se depila, faz manicure a ainda por cima usa a lingerie da companheira. Na minha terra isso beira a baitolagem e eu já estava ficando cabreiro, pois temia que isso fosse se tornar obrigatório e eu ia ter que me mudar.

Ontem, no site do Terra, vi uma chamada para o caderno mulher onde se dizia que a onda agora era ser retrossexual. Pronto, pensei, tornaram obrigatório.

Para a minha surpresa descobri que a onda agora é mulher gostar de.. homem. Isso mesmo, aquele gênero da raça humana que tem cara de homem, faz a barba com gillete, usa cueca, usa o desodorante que estiver a mão, gosta de beber de vez em quando, usa jeans surrado e não tá nem aí e por aí vai.

Bom, tamos aí. :-)

segunda-feira, junho 27, 2005


Alguém pode me dizer, por favor, que diabo é isso??? Posted by Hello

Não sei o que é mais indecente, se o mensalão ou a oferta escancarada de ministérios ao PMDB para que apoiem o (des)governo Lula.

Ontem fizeram seis meses da destruição causada pelos tsunamis na Ásia. Hoje fazem seis meses de minha tentativa frustrada de levantar ajuda. Depois escrevo sobre minhas aventuras e desventuras na tentativa vã de conseguir arrecadar alimentos, roupas e medicamentos.

Mas se formos pensar bem até que faz sentido: O Brasil está sobre o maior manacial de água doce do mundo e a Venezuela é um grande produtor de petróleo (assim como o Brasil). Como o Lula e Hugo Chávez (este último não é o Chaves Chapolim) não são exatamente amigos do eixo do "bem", desestabilizar estes governos faz sentido. Mas considerando que o que o (des)governo anda fazendo no cenário político e econômico estou mais pra acreditar que é obra dos trapalhões e não da CIA.

Li, na folha on line de hoje, que Chico Buarque diz, em entrevista na espanha, que a "idiotice vem crescendo perigosamente no Brasil nos últimos 15 anos". Isso no que diz respeito aos famosos e estrelas. Li também na mesma folha uma resposta da escritora e imortal (sic) Nélida Piñon que, questionada sobre o que ela achava de livros escritos por personalidades da TV, respondeu:

"- O Brasil está boiando em pura espuma. Vivemos a futilidade, trivialização do real, é um momento inconsistente. As celebridades não têm profissão, trabalho, esforço, não têm biografia. E o pior é que os jovens acreditam nessas pessoas e deixam de fazer coisas sérias por isso."

E isso não só no campo da literatura (literatura???) mas em todos os campos culturais ....

Esta, dizem, saiu em um jornal em Maceió: A CIA estaria por trás do deputado Roberto Jefferson. O objetivo seria a desestabilização do (des)governo Lula. Como se o (des)governo precisasse de ajuda da CIA para tal. Haja teoria da conspiração!!!

sexta-feira, junho 24, 2005

Um dos carros-chefe do governo Lula é o projeto "Fome Zero". Inclusive leva essa idéa a todos os encontros de governantes ao redor do planeta.

Como todos sabem esse projeto tem sido um fiasco. Porém, tem salvação. Por que não contratar o assessor do PP, o tal Genu? O cara ganha R$ 6.000,00 por mês e conseguiu um patrimônio, amealhada ao longo de dois ou três anos, de mais de R$ 1.200.000,00. Tem um apê no setor sudoeste, em Brasília, avaliado em R$ 700 mil mais 5 carros sendo dois importados e, ainda, uma casa no setor de mansões ParkWay.

Vamos fazer uma conta de regra de 3 simples. Se ele ganha um pouco mais de 20 vezes o valor do salário mínimo, nosso bravos trabalhadores poderiam, seguindo a fórmula mágica do Genu, levantar um patrimônio de mais de R$ 60.000,00. Daria com sobra para adquirir uma moradia simples mas digna e ainda poupar o suficiente para pagar as despesas básicas do lar.

Coisas do Brasil.

Essa CPI, aquela do Waldomiro Diniz, ex-assessor do José Dirceu, poderia ser aberta. Digo poderia por que não o será. Razão: "(...) além da possibilidade de desvio do foco sobre os atuais escândalos, a CPI teria como alvo um deputado, José Dirceu, ex-chefe de Waldomiro, não mais um poderoso ministro do governo. (veja íntegra no site da UOL)".

Não entendi nada. Quando o cara era ministro valia a pena. Agora como deputado, do PT, não vale mais? Quer dizer que CPI só vale quando é para encrencar com pessoas, em cargos importantes, desestabilizando-os e daí abrindo vagas em cascata?

Ou será o corporativismo em ação?

Estou devendo a relação de objeções, incontornáveis, para que você, leitor amigo, possa se defender do assédio dos agentes de telemarketing. Porém, recebi um email que está rolando na net, com um "case" que já tinha sugerido neste blog, que repasso para vocês.

Toca o celular...
- Alô
- Alô, Senhor Guilherme?
- Sim
- Sr. Guilherme, aqui é da (censurado), estamos ligando para oferecer a promoção (censurado) 1.382 minutos, onde o Sr. tem direito...
- Desculpe - interrompo - mas quem está falando?
- Aqui é Rosicleide Judite, da (censurado) e estamos ligando...
- Rosicleide, me desculpe, mas para nossa segurança, gostaria de conferir alguns dados antes de continuar a conversa, pode ser?
- ... bem, pode.
- Vc trabalha em que área, na (censurado)?
- Telemarketing Pró Ativo.
- VC tem número de matrícula na (censurado)?
- Senhor, desculpe, mas não creio que essa informação seja necessária.
- Então terei que desligar, pois não posso ter segurança que falo com uma funcionária da (censurado).
- Mas posso garantir...
- Além do mais, sempre sou obrigado a fornecer meus dados a uma legião de atendentes sempre que tento falar com a (censurado).
- Minha matrícula é 34591212
- Só um momento enquanto verifico.
- ... (Dois minutos)
- Só mais um momento.
- ... (Cinco minutos)
- Senhor?
- Só mais um momento, por favor, nossos sistemas estão lentos hoje.
- Mas senhor...
- Pronto, Rosicleide, obrigado por haver aguardado. Qual o assunto?
- Aqui é da (censurado), estamos ligando para oferecer a promoção (censurado) 1382 minutos,onde o Sr. tem direito a falar 1.300 minutos e ganha 82 minutos de graça, além de poder enviar 372 (censurado) Torpedos totalmente grátis. O senhor está interessado, Sr. Guilherme?
- Rosicleide, vou ter que transferir você para a minha esposa, por que éela que decide sobre alteração de planos de telefones celulares. Por favor,não desligue, pois essa ligação é muito importante para mim.

Coloco o celular em frente ao aparelho de som, deixo a música "Festa no Apê" do Latino tocando no Repeat e vou para o bar tomar uma cervejinha.

PS: (censurado) - se quiserem ter sua marca divulgada neste blog paguem o merchandising

(contribuições de minha mulher Valéria e da minha amiga Aline Gomes)

quinta-feira, junho 23, 2005

Quando criei este blog tinha o intuito de publicar considerações indignadas, irônicas e debochadas a respeito de nossa realidade mané e/ou brasileira. O noticiário policial (digo político) recente me permitiria achar munição para desenvolver nessa linha. Cheguei a achar incrível a performance do Deputado Roberto Jefferson durante seu depoimento na CPI. Melhor do que ver BBB ou outros realities shows promovidos pela mídia.

Mas a sacanagem que singra essas nossas plagas tupiniquim é tamanha que até eu estou começando a ficar deprimido. Nossos bravos políticos e governantes estão se superando no quesito criatividade. Tomara que eu consiga encontrar novamente o fio da meada.

PS: Já pensaram o que seria se o casal garotinho/rosinha governasse o Brasil?

Se já não bastassem as pedradas que os opositores do PT estão mandando segue abaixo texto (e não deixem de ler os comentários que fiz ao longo do mesmo) datado no dia 08/06 e que vi publicado no blog http://aipaf.bigblogger.com.br/. Tudo bem que essas cartinhas de PIMBA's dirigidas a políticos são corriqueiras e já viraram chavão (toda vez que algum governante se excede na roubalheira elas aparecem). Mas, se a missivista existe, é uma bela pedrada vinda das fileiras petistas.

Prezado Genoíno,

Nasci no interior do Espírito Santo há 58 anos atrás. Com 10 anos fui morar em Vitória. De família pobre, sempre estudei em escola pública, até porque eram as melhores. Aos 15 anos era caixa de uma loja de artigos infantis. Trabalhava durante o dia e estudava a noite. ( se alguém viu os trabalhos da CPI todos os acusados tem o mesmo perfil, incluindo-se Delubios e afins. Será a missivista uma deputada???)

No memorável ano de 1968 ingressei na Universidade Federal do Espírito Santo, classificada em 2º lugar no vestibular, para cursar Ciências Econômicas. Fiz todo o meu curso de graduação com o famigerado Dec. 477 pairando sobre a minha cabeça.

Fiz passeata, queimei bandeira americana, corri da polícia, participei de diretório acadêmico, vi amigos voltarem da cadeia com os corpos cobertos de hematomas (os que voltaram).

Enfim, vivi intensamente aquela época conturbada.Em Janeiro de 1973 ingressei por “concurso público” na Cia Vale do Rio Doce, classificada em 1º lugar. Em 1982 me transferi para o Rio de Janeiro. Em 1994 me aposentei por tempo de serviço. Acompanhei o surgimento das lutas sindicais, e consequentemente do PT, desde a década de 80.Fui pra rua de camiseta amarela e bandeira do PT em punho, brigar pelas Diretas Já!

Chorei na Presidente Vargas com o discurso do Ulisses Guimarães. Chorei com a morte do Tancredo.Chorei de emoção com o discurso do Lula na Cinelândia, no encerramento da campanha de 89, e chorei de novo na derrota para o Collor. (parece Paulo Coelho, li em algum lugar que em um dos seus livros tem um sujeito que só chora....)

Fui pra rua com os caras pintadas, brigar pelo impeachment.

Não desisti. Insisti. Votei no(a) Gabeira, Benedita da Silva (que decepção!), Jorge Bittar, Chico Alencar, Eliomar etc.etc.

Vi meus sonhos se tornarem realidade quando o PT chegou ao poder. Meus ídolos Lula, Dirceu, Genoíno... finalmente no poder. Mudando os rumos. Acreditei então que a luta da minha geração não tinha sido em vão.

Finalmente teríamos o País dos nossos sonhos.

Por que digo tudo isto?Porque hoje... EU DESISTO. Cheguei ao limite da minha indignação. (captou?) CANSEI! Cansei de ver o PT bater cabeça. Cansei de procurar desculpa para tanta incompetência. No fundo do meu íntimo, começo a acreditar no jargão que o PT só sabe ser oposição. (como diz meu amigo Celito: o PT serve para pedra, não serve pra vidraça) Cansei de sofrer por ver o Lula se arvorar de “salvador” dos fracos e oprimidos. De vê-lo ceder aos encantos da vaidade. De ouvir as suas bobagens de improviso.

Cansei de ver os programas sociais do governo irem por água abaixo, sem nada de proveitoso. Cansei de ver as fraudes do bolsa isso, bolsa aquilo se proliferarem pelo país, sem que nenhuma providência eficaz tenha sido tomada, e sem que os objetivos tenham sido alcançados.

A população continua esfomeada e vai continuar assim, pois a fome que está matando nosso povo não é de comida e sim de valores morais, ética e cidadania. Cansei de ver o governo dar peixe às populações, sem nunca ter lhes ensinado a pescar, somente incentivando o laisse-faire, laisser-passer.

Desconheço o partido – que julgava meu – propor censura à imprensa, cotas para negros nas universidades, cartilha de expressões politicamente incorretas. Programa de fertilização para populações carentes bancado pelo Ministério da Saúde???????? (os membros das populações carentes engravidam só de se olharem, enquanto nós da classe média comemos o pão que o diabo amassou para ter filhos ...) O que é isso companheiro? E o programa de controle de natalidade dessas populações? Existe?E o MST?

Quem subvenciona aquela gente toda?A violência grassa país afora. E não me venham dizer que é falta de emprego. O Rio de Janeiro está entregue às moscas, ou melhor, aos traficantes e camelôs de pirataria, por obra e graça de um casal inescrupuloso.

Providência? Nenhuma! (mas como avisou o meu amigo Zilli eles já tomaram a devida providência, vejam a providência tomada neste blog)

A Câmara Federal está entregue a um senhor que me causa engulhos só de ver lhe a imagem. (vejam imagem deste senhor neste blog) Por que ele conseguiu chegar lá? Por falta de humildade e competência dos quadros do PT. As entrevistas gravadas no submundo parlamentar mostrando subornos, achaques e outras atividades ilícitas, dão-me nojo. A “cara de pau” daquela parlamentar de Rondônia deixou-me estupefata. Será que não podemos mudar o mundo? Será que ela tem razão? Será que somos um País de corruptos e eu não sabia? E o governo do PT... E N T O R P E C I D O ! Entregue aos delírios de Severino & Cia. Buscando alianças inimagináveis, indigeríveis. Francamente... O que é isso companheiro? Aplausos para a Ministra Marina da Silva, que ainda trava uma luta insana pelos seus ideais, embora boicotada por todos os lados. EU DESISTO!


Não jogo fora o meu título de eleitor porque, infelizmente, o voto é obrigatório.Mas não voto mais em ninguém. Comunico que o PT acaba de perder uma eleitora convicta. Comunico que a partir de agora sou alienada.Em vez de jornal (censurado) vou fazer palavras cruzadas. m vez de noticiário de TV (censurado) vou ver desenho animado.

Acho que fiz a minha parte.Agora Chega!NÃO AGUENTO MAIS!Fiquem com os seus severinos (*) e continuem prepotentes. O Brasil corrupto agradece.

Marly Demoner.

(*) derivativo de severo, que segundo o Aurélio que dizer rigoroso, rígido de caráter, inflexível, implacável, que executa suas obrigaçõesCom pontualidade e exatidão, sério, sóbrio, nobre.

No ultimo discurso (do tipo duela a quien duela, lembram?), nosso presidente disse que "ninguém tem mais autoridade moral.. blábláblá ..."e afirma que o combate a corrupção será uma prática cotidiana. Sem querer ser óbvio (por que só agora, presidente?), estou começando a achar que algumas cabeças governamentais são pra lá de ingênuas. Diz o ditado que quando o gato sai os ratos fazem a festa. E se o gato é cego? E se a soberba do PT é tamanha que não consegue enxergar, que as alianças políticas alinhavadas para eleger Lula, propiciaram a oportunidade para que os ratos de sempre se esbaldassem numa festa (do cabide) sem fim?

quarta-feira, junho 22, 2005

Corre pela internet esse email que repasso para vocês.

Nosso partido cumpre o que promete.
Só os tolos podem crer que
não lutaremos contra a corrupção.
Porque, se há algo certo para nós, é que
a honestidade e a transparência são fundamentais.
para alcançar nossos ideais
Mostraremos que é grande estupidez crer que
as máfias continuarão no governo, como sempre.
Asseguramos sem dúvida que
a justiça social será o alvo de nossa ação.
Apesar disso, há idiotas que imaginam que
se possa governar com as manchas da velha política.
Quando assumirmos o poder, faremos tudo para que
se termine com os marajás e as negociatas.
Não permitiremos de nenhum modo que
nossas crianças morram de fome.
Cumpriremos nossos propósitos mesmo que
os recursos econômicos do país se esgotem.
Exerceremos o poder até que
Compreendam que
Somos a nova política.

APÓS A POSSE: LEIA DE BAIXO PARA CIMA (contribuição de minha amiga Fernanda Daura)

terça-feira, junho 21, 2005

Deu na folha on line de ontem (20/06). Japonês de 95 anos quebra recorde mundial de sua categoria nos 100 m (categoria 95 a 99 anos), com o tempo de 22s04, informou a imprensa japonesa na segunda-feira. Haraguchi conseguiu a marca em uma prova disputada na cidade japonesa de Miyazaki. O recorde anterior (24s01) estava em poder de Erwin Jaskulski, que mora no Havaí, desde maio de 1999."A única coisa na qual eu pensava era não cair, pois havia muita gente me incentivando", disse Haraguchi, que também detém o recorde mundial na mesma prova para atletas da categoria 90 a 95 anos, com 18s08 (2000).Haraguchi começou a praticar atletismo aos 65 anos. O recorde do atleta na categoria 95 a 99 anos ainda precisa receber o aval da WMA (Associação Mundial de Atletismo Master).

O japonês correu 100 metros em 22s04. O recorde mundial da categoria é algo em torno de 9s89. Vocês tem idéia então do significado desta marca. Sem contar que o atleta começou a praticar atletismo com 65 anos. Uma lição de vida para quem acha que envelhecer é o mesmo que nos tirar a vontade de vencer. Velhice está na nossa mente. Que mais uma vez se prova poderosa quando procuramos objetivos na vida.

segunda-feira, junho 20, 2005


Quanto à crise, o governo está tomando a devida providência.... (cortesia do meu amigo Eduardo Zilli)Posted by Hello

Toda vez que estoura um escândalo, quase sempre tem alguma ex secretária, amante ou mulher metida no meio. Só Freud explica que um sujeito, corrupto ou envolvido com corrupção, abra a boca para contar vantagem sobre os casos escusos em que se mete. Será uma forma de mostrar que é viril e másculo? "To f* com o Brasil meu amor!!" E deixa a coitada imaginando o tamanho da ferramenta.

Mas o que me chamou atenção é o custo do cabide, comprado com dinheiro do PL, para a residência do seu presidente (do partido não do Brasil) e denuciada pela sua ex-mulher. R$ 3.000,00. Isso que chamo de autêntica festa do cabide.

É o valor gasto anualmente pelo setor produtivo com propinas, de acordo com a Transparência Brasil. Quem acha isso legal e divertido é o mesmo que acha que temos elites armando "complôs" ou forças ocultas querendo desestabilizar o programa econômico do (des)governo Lula.

Vou é lançar a campanha nacional pelo direito da pessoa física de sonegar. Isonomia já!!.

Voltemos ao cenário policial.

José Dirceu saiu dizendo-se vítima de um "complô das elites". O Collor se referiu às "forças ocultas" quando começaram a pipocar os escandâlos envolvendo sua pessoa. Mais um paralelismo aos meu amigos leitores.

No Brasil, suponho que existam apenas duas elites: a dos políticos e a dos financistas. Explico. Em qualquer país civilizado os grupos econômicos produtivos se esforçam para eleger seus representantes. No Brasil, com a política econômica que se adota, com aumento de impostos, taxa de juros e um governo previsivelmente "imprevisível", é simplismo acreditar que o setor produtivo, excetuando-se o rural, tem algum interesse defendido. Só se alguém acredita que sonegar é bacana. O único grupo econômico que tira vantagem dessa zona é o dos banqueiros. Afinal, em um país onde bolsa de valores e de mercadorias é sinônimo de cassino, ter uma informação privilegiada ou ter o poder de influenciar uma decisão tem seu valor.

Considerando que a atual oposição se vale dos mesmos mecanismos utilizados pelo PT, no passado, podemos considerar então que o PT era elite?

sexta-feira, junho 17, 2005

Vamos ser mais mundanos e deixar um pouco o cenário policial de lado. (não é ato falho!!!)

Desde sempre fui um aficcionado por leitura. Tive a oportunidade de ler muitos livros interessantes. Me deliciei com as aventuras de Tom Sawyer, desbravei locais exóticos com a Ilha do Tesouro e Viagem ao Centro da Terra, fui um destemido mosqueteiro, fui introspectivo ao ler Moby Dick e O Conde de Monte Cristo. Foram livros que li e reli muitas vezes.

Além dos citados acima, li praticamente todos os livros de Sir Arthur Conan Doyle, que para quem não sabe é o criador de Sherlock Holmes, e que também foi autor de outras narrativas como o Mundo Perdido e a Companhia Branca. Este último sobre as aventuras de um escudeiro à época das cruzadas.

Li quase todos os livros de Jorge Amado e de Josué Montello. Li todos os de Monteiro Lobato (o mundo fantástico criado por ele é um show). E li recentemente Mario Prata e Jô Soares. Me desculpem mas abomino Paulo Coelho (não o considero escritor se comparado com tudo que já li na vida). Mas não me surpreendo em que ele seja imortal considerando que até o Sarney o é. E muito menos mago....

Como gosto de ficção e suspense me aventurei por Frederick Forsyth e Robert Ludlum (este último gerou dois bons filmes: A identidade Bourne e A Supremacia Bourne). O Senhor dos Anéis é uma leitura obrigatória para quem gosta de criatividade e imaginação.

E sou fã do Harry Potter. Os livros prendem a atenção, tem estórias fantásticas e criativas.

Mas retornando ao título deste post. Sempre gostei de aventuras e nada mais bacana do que ler sobre aventureiros reais. Li um livro sobre 4 franceses que na década de 50 deram a volta ao mundo praticando caça submarina, muito legal. Li o livro do Amir Klink, 100 dias entre o céu e o mar. Soando como belicista gosto de ler sobre livros de guerra. Ganhei de presente do meu compadre o livro do Ambrose sobre o dia D. Abstraindo a carnificina que foi aquele dia é uma lição interessante de como planejar faz a diferença entre a vitória e a derrota.

Mas o que mais me chamou a atenção e recomendo a leitura é "A incrível viagem de Shackleton: A Saga do Endurance". Em 1914, logo antes de eclodir a primeira guerra mundial, um explorador inglês liderando uma expedição de 28 homens, tinha o objetivo de cruzar o continente antártico a pé. Só para terem uma referência, ele já tinha tentado conquistar o polo Sul com Scott, que veio a falecer durante outra tentativa, evento que farei cometário adiante.

Resumindo: Eles ficaram presos no gelo no mar de Wendell durante quase 2 anos, tiveram o navio destruido pelo gelo. Arrastaram os escaleres até encontrar o mar e navegaram através do mar antártico até uma ilha (Ilha Elefante) e depois Shackleton, liderando 5 homens, atravessaram o estreito de Drake, o mais violento e inóspito do mundo. Chegaram a uma ilha, que era a base dos barcos baleeiros na época, mas pelo lado oposto. Atravessaram uma cordilheira não mapeada e congelante e conseguiram, ao final de tudo resgatar todos os tripulantes sem nenhuma perda.

Lendo o livro notei que Shackleton traçou um objetivo de trazer todos vivos. Imagine hoje em dia, você leitor, ficar mais de dois anos sem contato nenhum com o mundo (celular e internet). Impensável não? A determinação dele possibilitou a vitória sobre a adversidade.

Como comentei acima ele participou de outra tentativa fracassada de conquista do polo Sul. Seu companheiro, Robert Scott, inglês e nobre, morreu numa tentativa posterior contra o norueguês Roald Amundsen. A explicação é simples: enquanto Amundsen preparou durante anos sua tentativa, morando com os esquimós durante dois anos, instalando postos de abastecimento ao longo da via a ser utilizada e utilizando cães, Scott, em sua soberba, utilizou mulas (no polo Sul??), com o intuito de serem a reserva de comida. Quando elas morriam os homens se encarregavam de executar o trabalho pesado. Tudo isso por que a Inglaterra era o centro do mundo e era ridiculo recorrer as técnicas rudimentares (dos esquimós) para vencer no frio. Enquanto Shackleton exercitou a determinação para superar, Scott morreu por não planejar, sendo que na primeira tentativa já havia cometido os erros que o levaram à morte na segunda.

São dois livros escritos sobre esta aventura do Endurance. O primeiro pelo próprio Shackleton (hoje o título do livro mudou: Sul: A fantástica viagem do Endurance, Editora Alegro) e outro de Caroline Alexander e ilustrada pelo fotógrafo da expedição Frank Hurley (Endurance - A Lendária Expedição de Shackleton À Antártida, Editora Companhia das Letras). Podem ser encontrados nos sites da Submarino e Saraiva.

terça-feira, junho 14, 2005


blá-blá-blá..."não deixaremos pedra sobre pedra" ... blá-blá-blá Posted by Hello


blá-blá-blá..."vamos apurar duela a quien duela"... blá-blá-bláPosted by Hello

sábado, junho 11, 2005

Vi um post no blog Vox Libre ("Matando passarinhos") interessante e que resolvi comentá-lo aqui.

O Antonio Rayol, como ambientalista, comenta sobre a sensação de segurar um passarinho na mão e discorre sobre o evento da prisão do Duda Mendonça.

O PT resolveu, por razões que na minha opinião beiram o revanchismo (diz um ditado que a vingança é um prato que deve ser servido frio), desautorizar a Policia Federal naquele caso. Esse revanchismo deve ser consequência da própria vivência de seus membros, à época da ditadura, onde com certeza tiveram seu quinhão no pau de arara, foram exilados e por aí vai.

Na sequência nossos magnânimos dirigentes me saem com a seguinte pérola: prender quem gravou o esquema do recebimento de propina do tal Marinho enquanto este fica livre. Incoerência? Óbvio que não.

Para completar o quadro acabo de saber que o Delúbio Soares vai ser demitido por abandono de emprego, da Secretaria de Educação do estado de Goiás, onde ganha R$ 1.000,00 mensais, 10 anos depois....

A lição que se tira desses episódios é a forma primária que o PT (ou seus membros) está se utilizando do poder. Esses atos confundem o cidadão. Tenho um amigo, o Celito, que diz: "O PT serve para pedra, não serve para vidraça". Sábias palavras.

A quem interessa esse esvaziamento do poder policial?

sexta-feira, junho 10, 2005

Um erro no sistema de computadores dos caixas eletrônicos provocou filas nas agências do Itaú nesta quinta-feira: os aparelhos permitiam saque de uma quantia superior à pedida pelo cliente.

O erro teria ocorrido em caixas eletrônicos de todo o País, segundo nota da assessoria de imprensa do banco. O Itaú afirmou também que vai avaliar quais clientes se aproveitaram do erro. "Vamos realizar os devidos acertos (nas contas)", diz a nota.

De acordo com a instituição, o problema estava na leitura da máquina do valor das notas. Os valores estavam invertidos, e o cliente que tentasse sacar R$ 10, por exemplo, podia receber de "presente" uma nota R$ 50. O caixa, no entanto, registrava apenas o valor solicitado pelo usuário.
É o jeito Itaú de promover o bem-estar social. E como cliente acho um absurdo não ter podido também usufruir desta vantagem.

quinta-feira, junho 09, 2005

Berlim espera que 40 mil prostitutas de todo o país e do exterior cheguem à cidade para oferecer seus serviços a uma clientela ''excitada'' pela cerveja e pelo entusiasmo das arquibancadas durante a Copa de 2006, segundo a edição desta quinta-feira do jornal Berliner Kurier. (comentário: bebida demais broxa e ficar excitado vendo 22 caras atrás de uma bola é bem, meio esquisito, no mínimo)

''O Mundial oferece desde já excelentes oportunidades de negócio. Vamos fazer bons negócios'', afirmou Katharina Cetin, da organização de assessoria de prostitutas Hydra, citada pelo jornal.

O jornal afirma que outras cidades alemãs como Colônia e Dortmund, que receberão alguns jogos do Mundial, planejam a instalação de "casinhas" nas ruas para que as prostitutas ofereçam seus serviços aos clientes dentro delas. Segundo o jornal, as casinhas estão sendo testadas há três anos em (....) Queremos distribuir cem mil preservativos nos arredores do Estádio Olímpico para os potenciais clientes. "Se encontrarmos patrocinadores, a distribuição será gratuita" (....)

Excelentes notícias para os bravos empreendedores alemães .. Mas por que algum empreendedor brasileiro não se habilita? Aliás, a idéia da casinha também é boa. E imagina se não vão colocar propaganda nas paredes....

Saiu no Folha Online de 08/06/2005 (contribuição do meu amigo Everson Feuser)


O calor na bacurinha II - Essa moda pegou mesmo ... Posted by Hello


O Calor na bacurinha .... (by Kibe Loco) Posted by Hello

Deu na folha:

O presidente da Câmara, Severino Cavalcanti (PP-PE), compareceu na noite de anteontem a um concurso de repentistas em uma cidade-satélite de Brasília, mas as duplas de cantores que se revezavam no palco tiveram que dividir a atenção do deputado com uma "loira tentadora".Sentada em uma cadeira ao lado de Severino, a funcionária pública Keila dos Reis, 23, se divertiu até quase a meia-noite em diálogos animados com o deputado, a maioria ao pé do ouvido devido ao alto volume do som que vinha do palco.A sua posição, aliada ao vestido curto que trajava, levaram a servidora a ser advertida por uma assessora do presidente da Câmara de que sua calcinha estava à mostra......

O que não fazem pelos 15 minutos de fama....

Será realizada, no próximo dia 13/06, uma maratona de revezamento entre São José - SC (cidade vizinha a Florianópolis) e Brasília - DF. Nesta maratona estarão participando 20 atletas das mais variadas idades, sendo que cada um correrá por volta de 10 kilometros diários. O objetivo é sensibilizar o ministro da cultura e do esporte a investir mais no esporte amador e deverá durar em torno de 10 dias. Boa sorte!!!

Em 2003 tive o prazer de conhecer o site do Homem Chavão. Uma sacada genial a partir de uma constatação simples: O mundo é feito de chavões. Lá existem milhares de exemplos. Hoje lendo a Folha Online tive a triste percepção que chavão também é para o mal. Leiam só esse trecho da noticia:

"Acusado de distribuir mesadas a parlamentares, Delúbio chorou ao jurar inocência. Segundo participantes da reunião, chorou ao falar de seu pai, "um homem justo", que se esforçou para levar os filhos à universidade. Delúbio se emocionou ainda ao descrever sua origem na roça e a lembrar que trabalha desde os 14 anos."

Quem acompanha o noticiário político (que na verdade deveria ser noticiário policial) com certeza já terá lido a mesma ladainha de personagens diferentes.

quarta-feira, junho 08, 2005

Vi um comentário no blog Vox Libre e dou de graça para vocês:

Ilton Dellandréa

Prezado Antonio: No meu post do dia 07, escrevi "O pior é pensar que o PT se tornou o partido mais rico do Brasil – talvez da América Latina – graças à inventiva esperteza de praticamente impor aos filiados uma contribuição incidente sobre seus vencimentos. Houve um exagerado incremento de cargos em comissões e são os comissionados os que mais contribuem para o partido. Funcionários públicos são pagos pelos contribuintes, que somos nós. Então nós é que financiamos o PT (a conclusão não é minha) e por conseqüência contribuímos com esse mensalão... Mesmo sem querer". Quer dizer: nós pagamos o mensalão...

Conclusão lógica, pois o que tem de companheiro ocupando cargo no governo não é mole....

Não encontrei esta expressão em lugar algum a despeito do Google. Porém, Jus e Indignatus são palavras latinas que existem. Pelo pouco que entendi Jus significa "direito de". Indignatus espero que seja indignado ou indignação. De qualquer forma, poderia ter utilizado Indignandis, que o jurista Dr. Ilton comentou que seria o correto. Porém, ficaria muito parecido com o blog dele - Jus Sperniandi - e eu não queria ser processado por plágio. :-)

Li recentemente um comentário no blog Vox Libre onde o sujeito, anônimo diga-se de passagem, perguntava qual era a posição do postante, como ambientalista, em relação a demarcação das terras indígenas. Isso me fez pensar umas coisas aqui, como por exemplo:

O que leva um país como o Brasil a ceder aos povos indigenas (que não são muito numerosos) terras maiores que muitos países?

E além disso, serem iniputáveis (é assim que se escreve?)?

Eles não podem ser presos, tem terras ricas e maiores que muitos países, são alheios a serem fiscalizados... hummm me parece muito propício para que sejam exploradas nossas riquezas sem termos a justa parte no negócio.

NOTAS:

1) Não esqueçam que o Brasil está em cima da maior reserva de água doce do mundo. Você bebe petróleo? Eu também não.

2) Não tenho nada contra os indios. Mas acredito que não tenhamos nenhuma dívida exorbitante que justifique tanta terra rica de bandeja. Sejamos justos e ponto final.

Acabei de ler um artigo interessantissimo do Arthur Xexéo. Obviamente sobre telemarketing. Fico surpreso em como ainda somos reféns das empresas de call center. Hoje, nos Estados Unidos e outros paises, onde os direitos do cidadão são realmente respeitados, existem mecanismos onde os indefesos consumidores se defendem do assédio. São as chamadas listas negras (que no caso não tem o sentido pejorativo da expressão e sim é uma lista onde ao ser abordado o cidadão informa que não quer receber nenhuma ligação em momento nenhum, nunca).

De qualquer forma vão algumas dicas que podem ajudar a, no mínimo, atazanar quem nos liga (e pela lei de Murphy nos horários mais inconvenientes):

Se for em horário não-comercial informar que só atende ligação no horário comercial;
Se for no horário comercial atenda, informe que sua ligação será atendida em breve e deixe o cara/guria pendurado;
Se for cancelar um serviço informe que está se mudando para um local ermo, distante e sem a menor infra-estrutura, isso liquida qualquer tentativa de retenção do cliente (é como o grupo que atende você nesses casos é chamado) . Um conhecido disse que ia para a Zâmbia completar o doutorado em veterinária....

Mas tenho que dar os parabéns aos profissionais do telemarketing pelo treinamento. Exemplo cabal que a determinação move montanhas.

terça-feira, junho 07, 2005

Não vou entrar na análise factual do que aparece sob esta estória do "mensalão". Deixo isso a cargo dos jornalistas e blogueiros com mais gabarito do que eu. O ponto meus queridos é que este esquemão só apareceu por que um deputado ficou com o dele na reta.

Parodiando sheakspeare: "Um politico não precisa apenas parecer ser honesto; ele tem que ser honesto".

Indignação pouca é bobagem mesmo....


Dia de treinamento Posted by Hello

Indico também um blog interessante do Antônio Rayol, delegado da Polícia Federal, responsável pela prisão do marqueteiro do PT e que por acaso é meu primo.

http://voxlibre.blogspot.com

Gosto de praticar esportes. Sempre fui fã do mar e já fiz surfe, vela e caça submarina. Por um motivo prosaico tive que interromper meu contato com o mar. Tive um caso rarissimo de tuberculose com foco primário no ouvido médio (primeiro caso em mais de 60 anos no Brasil). Uma naba como dizem aqui na ilha da magia.

Aprendi uma coisa muito interessante nas minhas prática esportivas. Determinação. Uma vez estava me preparando para ir mergulhar, desanimado e encontrei um cara que, apesar de ser um excelente caçador, tinha uma porrada de defeitos mas me deu um conselho fantástico: Quando vai mergulhar e está se preparando para atacar uma toca atrás de um peixe você tem que colocar na cabeça que vai encontrar, sempre. Pois mesmo que não encontre, se você se deixa abater, na hora que se depara com uma presa você pode perdê-la por pura distração.

Hoje sou jiujiteiro de carteirinha. Já treino há mais de 9 anos, considerando os quase 3 e meio que passei parado por causa de lesões variadas. Mas tenho certeza que o vitorioso é aquele que acredita na vitória e acredita nela por mais tempo.

A sentença é insólita e inédita. O Tribunal de Justiça de Goiás decidiu que o homem que, por vontade própria, participar de uma sessão de sexo grupal e, em decorrência disso, for alvo de sexo passivo, não pode declarar-se vítima de crime de atentado violento ao pudor. O acórdão do TJ de Goiás, publicado no dia 6, é um puxão de orelhas no autor da ação que reclamava da conduta de um amigo.

Luziano Costa da Silva acusou o amigo José Roberto de Oliveira de ter praticado contra ele “ato libidinoso diverso da conjunção carnal”. Silva alegou que, como estava bêbado, não pôde se defender. Por meio do Ministério Público, recorreu à Justiça. Mas o tribunal concluiu que não há crime, já que a suposta vítima teria concordado em fazer sexo grupal.

O acórdão dos desembargadores é categórico: “A prática de sexo grupal é ato que agride a moral e os bons costumes minimamente civilizados. Se o indivíduo, de forma voluntária e espontânea, participa de orgia promovida por amigos seus, não pode ao final do contubérnio dizer-se vítima de atentado violento ao pudor. Quem procura satisfazer a volúpia sua ou de outrem, aderindo ao desregramento de um bacanal, submete-se conscientemente a desempenhar o papel de sujeito ativo ou passivo, tal é a inexistência de moralidade e recto (sacou?) neste tipo de confraternização”.

Para o Tribunal de Justiça do estado, quem participa de sexo grupal já pode imaginar o que está por vir e não tem o direito de se indignar depois.“(...) não pode dizer-se vítima de atentado violento ao pudor aquele que ao final da orgia viu-se alvo passivo de ato sexual”, concluíram os desembargadores.

Segundo o inquérito policial, no dia 11 de agosto de 2003, após ter embriagado Silva, Oliveira teria abusado sexualmente do amigo. Em seguida, teria levado o amigo e sua própria mulher, Ednair Alves de Assis, a uma construção no Parque Las Vegas, em Bela Vista de Goiás. Lá, teria obrigado a mulher e o amigo a tirar suas roupas e a manter relações sexuais, alegando que queria “fazer uma suruba”. Em seguida, Oliveira teria mais uma vez se aproveitado da embriaguez do amigo e praticado sexo anal com ele.

Oliveira foi absolvido por unanimidade pela 1 Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Goiás, que manteve a decisão da primeira instância. Segundo o relator do caso, desembargador Paulo Teles, as provas não foram suficientes para justificar uma condenação, pois limitaram-se a depoimentos de Silva e de sua mãe. Em seu depoimento, Ednair confirmou que Silva teria participado da orgia por livre e espontânea vontade.

Para o magistrado, todos do grupo estavam de acordo com a prática, que definiu como desavergonhada. “A literatura profana que trata do assunto dá destaque especial ao despudor e desavergonhamento, porque durante a orgia consentida e protagonizada não se faz distinção de sexo, podendo cada partícipe ser sujeito ativo ou passivo durante o desempenho sexual entre parceiros e parceiras. Tudo de forma consentida e efusivamente festejada”, esclareceu o relator.

Seria engraçado se não fosse o fato de que nosso poder judiciário ter se enrolado com esse caso, provavelmente por um bom tempo, enquanto casos mais importantes ficam na fila. E também reforça aquela máxima que diz: o fiofó de bêbado não tem dono ainda mais em suruba. Pois é vai brincar com fogo ....

Como todo bom internauta deixei-me seduzir pelas curvas do Blog. E como primeiro post copio uma nota que recebi por email a respeito de nosso presidente com uma declaração muito interessante:

"Se eu ganhasse a Presidência para fazer o mesmo que o Fernando Henrique Cardoso está fazendo, preferiria que Deus me tirasse a vida antes para não passar vergonha. Por que sabe o que acontece? Tem muita gente que tem o direito de mentir, o direito de enganar. Eu não tenho. Há uma coisa que tenho como sagrada: é não perder o direito de olhar nos olhos de meus companheiros e de dormir com a consciência tranqüila de que a gente é capaz de cumprir cada palavra que a gente assume. E, quando não as cumprir, ter coragem de discutir por que não cumpriu".[Luiz Inácio Lula da Silva, novembro de 2000, em entrevista à revista Caros Amigos].

Indignação pouca é bobagem....

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics