sexta-feira, dezembro 16, 2005

A um custo de quase R$ 100 milhões, o Congresso Nacional está convocado extraordinariamente de hoje até 14 de fevereiro. Neste período não há obrigatoriedade de comparecimento na primeira metade da convocação. Significa que grande parte do pessoal envolvido vai ganhar (e muito) sem trabalhar. E a gente pagando a conta. Quando é que vamos conseguir mudar essa aberração constitucional e colocar essa cambada, que é paga para nos servir, no mesmo nível que nós pobres mortais?

E deu na columa do Ancelmo Gois: "Um grupo de deputados cassáveis brindava ontem a absolvição de Romeu Queiroz (PTB-MG) no almoço do refinado restaurante da Associação dos Funcionários do BC, às margens do Lago Paranoá. À mesa, entre tintins de taças de vinho à impunidade, os petistas Professor Luizinho, Devanir Ribeiro, Paulo Rocha e outros". Comemorando a pizza.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics