quarta-feira, dezembro 21, 2005

Querido Papai Noel,

Tenho sido bonzinho este ano que passou. Paguei meus impostos em dia apesar de considerá-los abusivos. (Esta tal de CPMF é de lascar não acha?). Tenho equilibrado minhas contas no fim do mês só Deus (e o senhor né?) sabe como. Consegui passar pelas tentações apesar de ter muitos maus exemplos na vida pública brasileira. Não subornei, não roubei, não matei e não bati em ninguém, apesar de estar louco de vontade pra jogar uma bomba em um tal congresso. Trabalhei feito um burro de carga e me estressei como nunca para fazer juz ao meu salário, enquanto uns e outros estão recebendo sem trabalhar. Não consigo aumento salarial e vejo todas as tarifas de serviços que uso subirem como um foguete.

O senhor pode ver que estou me esforçando muito. Contudo, não vou ser guloso e só quero fazer um único e singelo pedido: Em 2006 o senhor podia providenciar que o Lula, o PT e seus aliados não conseguissem nenhum voto?

Espero que esta carta chegue a tempo. Estou preocupado que o superfaturamento dos Correios cause algum atraso na entrega desta.

Assinado

Ricardo Rayol Braga

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics