terça-feira, outubro 04, 2005

Desanuviando as dúvidas. Existe o "comido" em sentido bíblico e o "comido" em sentido antropofágico. O primeiro tem a ver com o ato propriamente dito, envolvendo homem e mulher, homem e duas mulheres, homem e muitas mulheres. O segundo tem a ver com os canibais da Nova Guiné. O Ronzi tocou em um ponto importante. Será que o esperneio da mulher veio do fato da dor ter sido transferida de local?

E concordo com a Elaine. Mas não importa quem come quem, eu quero é rosetar....

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics