domingo, outubro 02, 2005

Os problemas de saúde do Maluf vêm se agravando, de acordo com informações do seu advogado. Ele estaria com inflamação aguda do colo e por isso não conseguiria nem andar ou articular palavras direito.

Peraí. Na minha humilde, e isenta, opinião não deveria ser um médico a dizer isso? O advogado não deveria ser processado por exercício ilegal da profissão? Além disso, o Maluf não tem útero para ter colo. Ah, lógico, quis dizer cólon. (viu o que dá advogado se metendo em medicina). Tá, e o que que tem a ver intestino com articulação de palavras? Ahh, como ele só diz m**, faz sentido.

Agora a pérola. O advogado quer a remoção do detido para um hospital particular, quando o certo deveria ser um hospital penitenciário. "Só se tiverem condições de tratar meu cliente", disse o advogado. Até que pode sair uma boa coisa daí. De repente modernizam um hospital penitenciário, depois outro, daí o (des)governo vê que faz sentido modernizar toda a rede pública de saúde, qualificando seus profissionais, investindo em tecnologia de ponta. Então, graças a Maluf, toda a população carente e usuária do SUS passa a ter um atendimento digno de primeiro mundo. E no final das contas, Maluf recebe o prêmio Nobel da Paz e é eleito presidente do Brasil, passando a exercer o cargo mesmo estando na prisão.

PS: Aliás, os presidentes exercerem seu cargo direto da prisão até que não é má idéia.....

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics