segunda-feira, setembro 12, 2005

A cafetina, responsável pelas "meninas" que agitavam as baladas de nossos bravos e impolutos políticos, quer se lançar à deputada federal pelo PSOL nas próximas eleições (diz que admira a heloísa Helena e coisa e tal). Leva tanto a sério a idéia que recusou proposta para sair nua em uma revista. Para alguém inscrita no programa de proteção à testemunha é risível a idéia. Quer dizer, se a ex-secretária do Marcos Valério, aquela baranga inonimável, pensou nisso, por que uma cafetina não poderia? E mais, tem tudo a ver com o congresso, não acham?

Se não podemos prendê-los, que os elejamos.

PS: O título deste post tirei do livro do Jorge Amado "Tereza Batista cansada de guerra".

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics