sexta-feira, setembro 30, 2005

No kibeloco há um post interessantíssimo sobre o PMR. Este partido é o que foi fundado pela igreja universal e que é o destino do seu vice-presidente, José Alencar. Cita ainda este pináculo nacional dizendo que a troca é motivada por discordar da permanência de um dos corruptos do mensalão em seu partido original, PL, e que é um "partido que nasce limpo" (sic). Piada de mau-gosto considerando o que é essa igreja universal.

Mas o mais curioso é que o estatuto do PMR copia, ipsi literis, artigos do estatuto do... PL. Inclusive não se deram nem ao trabalho de mudar a sigla em alguns deles. Isso no mínimo é suspeito, pois uma entidade como o TSE deveria ter chunchado o PMR por esta abominação.

O que mas faz lembrar um causo, contado por um amigo, a respeito de um trabalho no MBA que cursou, onde um dos grupos copiou tão desastradamente um texto que, no meio dele, havia a seguinte pérola: "escove o cavalo"!!

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics