terça-feira, julho 05, 2005

No mês do lançamento do filme do homem-morcego nada mais adequado do que o comentário do ministro do planejamento a respeito do mico que o presidente do PT, José Genuíno, se meteu. Segue a pérola:

"-Questionado se seria avalista de Valério, Bernardo (Paulo Bernardo, ministro do planejamento) respondeu: "Não, eu não o conheço." No entanto, disse que como avalista a pessoa não lê o que assina."

Mas que baita e genuina ingenuidade....

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics