segunda-feira, julho 11, 2005

Primeiro tivemos o Duda "rinha de galo" Mendonça, depois o Marcos "rei do gado" Valério e agora completando o ciclo caipira aparece o José Adalberto "rei da pamonha" Silva, assessor do irmão do ex-presidente do PT José "ingênuo" Genoíno.

De qualquer forma fiquei curioso com a origem da grana encontrada com o cidadão, que diz ser fruto (ou furto) da venda de verduras ou legumes para o CEAGESP.

Considerando que, na média, a tonelada de milho está cotada a R$ 207,93, podemos concluir que ele vendeu 2.092 toneladas. Considerando a produtividade de 24 sacas de 50 kilos por hectare, o "rei da pamonha" é o feliz proprietário de uma fazenda de 1.743 hectares.

Será?

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics