sexta-feira, julho 29, 2005

Um presidiário, vegetariano, está processando o governo da Califórnia por encontrar um objeto crocrante, na verdade um pedaço de dedo, na sua broa.

A empresa que fornece a comida reconheceu o problema e pediu desculpas mas não foi eximida da responsabilidade. Conhecendo a justiça americana ele irá sair da cadeia rico.

Imaginem aqui: alguém tem idéia da quantidade de pedras, pedaços de paus, baratas, lesmas e afins que devem ter na comida dos presidiários brasileiros? E do valor, obviamente superfaturado, dessa comidinha temperada?

E, Deus me perdoe, não morre ninguém de dor de barriga ou intoxicação alimentar?

(a nota é contribuição do meu amigo Everson Feuser)

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics