segunda-feira, julho 11, 2005

Caraca!!

A Polícia Federal (mostrando que não está perseguindo o PT) interceptou um deputado do PFL de São Paulo carregando 7 malas com pelo menos R$ 6 milhões de reais em notas pequenas. Considerando que o nobre deputado é bispo (ou pertence a) Igreja Universal do Reino de Deus podemos concluir que ter igreja é um belo negócio.

E cá entre nós. Pqp, vão ser burros lá na caixa prego. Com toda a pressão que a PF está exercendo sobre os aeroportos, por conta das fraudes que estão vinculadas aos esquemas de mensalão etc, ninguém se tocou que mala não é o melhor meio de transferência de fundos? Mesmo que a origem da grana (ou dinheirama ou o que quer que se chame isso) seja o dízimo dos pobres crentes não é estranho ser transferido em espécie ao invés de TEF? Ou eles querem sonegar? hummmm mistérios esótéricos que só Deus explica.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics