terça-feira, julho 05, 2005

Mais uma do blog de minha amiga Elaine (http://sleiyver.blogspot.com/2005/07/pegou-mal.html). O Raul Cortez atribuiu à forma que fomos colonizados a razão de nossa vocação para corrupção, considerando-a um fator genético (???) por se tratarem de imigrantes degradados (sic). Tirando o fato dele estar delirando vamos à realidade:

O Brasil foi colonizado com fins extrativistas. Desta forma, os imigrantes que vieram para cá tinha o objetivo puro e simples de encher as burras do rei português de dinheiro. Como a fiscalização não era lá essas coisas (e até hoje não o é diga-se de passagem) aproveitavam para desviar parte das riquezas para os próprios bolsos. A vocação vem desse oportunismo e ponto. Somos criados para sermos malandros e "levar vantagem em tudo, certo?" como dizia o Gerson, capitão do Tri. Essa lei é a síntese de nossa cultura da esperteza e não ao contrário.

Diferentemente da colonização americana, onde os colonos fugiam de um regime religioso com o qual não concordavam e tinham que quebrar os vinculos e se virar.

Compare a colonização espanhola e portuguesa com as outras e tirem suas conclusões.

A propósito, comparem também a campanha "O melhor do Brasil é o brasileiro" do PT com o "Brasil: Ame-o ou deixe-o" da ditadura militar. No marketing nada se cria tudo se copia. E a ironia disso é incrível.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics