sábado, junho 11, 2005

Vi um post no blog Vox Libre ("Matando passarinhos") interessante e que resolvi comentá-lo aqui.

O Antonio Rayol, como ambientalista, comenta sobre a sensação de segurar um passarinho na mão e discorre sobre o evento da prisão do Duda Mendonça.

O PT resolveu, por razões que na minha opinião beiram o revanchismo (diz um ditado que a vingança é um prato que deve ser servido frio), desautorizar a Policia Federal naquele caso. Esse revanchismo deve ser consequência da própria vivência de seus membros, à época da ditadura, onde com certeza tiveram seu quinhão no pau de arara, foram exilados e por aí vai.

Na sequência nossos magnânimos dirigentes me saem com a seguinte pérola: prender quem gravou o esquema do recebimento de propina do tal Marinho enquanto este fica livre. Incoerência? Óbvio que não.

Para completar o quadro acabo de saber que o Delúbio Soares vai ser demitido por abandono de emprego, da Secretaria de Educação do estado de Goiás, onde ganha R$ 1.000,00 mensais, 10 anos depois....

A lição que se tira desses episódios é a forma primária que o PT (ou seus membros) está se utilizando do poder. Esses atos confundem o cidadão. Tenho um amigo, o Celito, que diz: "O PT serve para pedra, não serve para vidraça". Sábias palavras.

A quem interessa esse esvaziamento do poder policial?

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics