segunda-feira, junho 20, 2005

Toda vez que estoura um escândalo, quase sempre tem alguma ex secretária, amante ou mulher metida no meio. Só Freud explica que um sujeito, corrupto ou envolvido com corrupção, abra a boca para contar vantagem sobre os casos escusos em que se mete. Será uma forma de mostrar que é viril e másculo? "To f* com o Brasil meu amor!!" E deixa a coitada imaginando o tamanho da ferramenta.

Mas o que me chamou atenção é o custo do cabide, comprado com dinheiro do PL, para a residência do seu presidente (do partido não do Brasil) e denuciada pela sua ex-mulher. R$ 3.000,00. Isso que chamo de autêntica festa do cabide.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics